Arquivo de Setembro, 2011



‘Castedo Minha Terra’, de Abílio Aires

‘Amigos do Castedo

O Castedo tem muitas ruas
Como veias o meu coração
Há culpas minhas e tuas
Se o fórum está na solidão.

Gostava participar mais
A parte que fazes a menos
Para afastar-te jamais
Que tu te afastes muito menos.

Queria ver-te junto a mim
Subir a rua da costa
Numa amizade sem fim
Como um bom amigo gosta.

Descer pela rua da igreja
Meter conversa na capela
Para que toda a gente veja
Como a nossa aldeia e bela.

Não demores
O fórum espera por ti
Não chores
Diz ao fórum estou aqui.’

(Retirado do livro ‘Castedo Minha Terra’,
de Abílio Aires)

‘Castedo Minha Terra’ é a segunda auto-publicação de Abílio Aires, através do SitiodoLivro.pt. Como o seu próprio título indica, é uma obra dedicada à terra que viu nascer o autor. Partiu de Castedo quando era jovem, mas ficaram as recordações dos dias que viveu na sua terra. Através dos seus poemas, o autor partilha os laços fortes e as saudades que o unem à sua terra natal.

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/castedo-minha-terra/9789892025933/

Anúncios

Hallelujah por Leonard Cohen

Em homenagem ao grande e inigualável artista e escritor que hoje destacámos.

Leonard Cohen

MISSÃO

«Trabalhei no meu trabalho
Dormi no meu sono
Morri na minha morte
E agora posso abandonar

Abandonar aquilo que faz falta
E abandonar aquilo que está cheio
Necessidade de espírito
E necessidade no Buraco

Amada, sou teu
Como sempre fui
Da medula aos poros
Do anseio à pele

Agora que a minha missão
Chegou ao fim:
Reza para que me seja perdoada
A vida que levei

O Corpo que persegui
Perseguiu-me igualmente
O meu anseio é um lugar
O meu morrer, uma vela.»

in “Livro do Desejo” (Quasi Edições)
Tradução de Vasco Gato

Leonard Cohen

Leonard Cohen

Tem inspirado gerações com a sua personalidade singular e música inquietante, tornando-se num dos artistas mais originais e perduráveis a emergir dos anos 60. É um ícone da contra-cultura norte-americana e a sua trajectória destaca-se pela riqueza das letras e pela riqueza da escrita quer da prosa quer em versos.

Ganhou o Prémio Príncipe das Astúrias das Letras de 2011, sucedendo a nomes como Amin Malouf e a outros autores como Mario Vargas Llosa, Camilo José Cela, Doris Lessing, Arthur Miller, Susan Sontag, Paul Auster e Amos Oz. Segundo o Júri, a sua obra retrata «a passagem do tempo, as relações amorosas, a tradição mística do Oriente e do Ocidente e a narração da vida como uma balada sem fim integram uma obra que está ligada a um momento decisivo de mudança.»

Celebramos Leonard Cohen, no dia em que festeja o seu 77.º aniversário.

Bibliografia de Leonard Cohen

Saint-John Perse

“Os nossos caminhos são inumeráveis, mas incertas são as nossas estadias.”

Saint-John Perse

Saint-John Perse

Pseudónimo de Aléxis Saint-Léger, foi um escritor francês, prémio Nobel da Literatura (1960), pela “ambição e criatividade evocativa da sua poesia que reflete as condições do nosso mundo de forma visionária”.

Estudou leis e ciências políticas em Bordeaux e entrou para o serviço diplomático em 1914, onde desenvolveu uma carreira brilhante. Após ter-se exilado nos EUA, devido à perseguição que o governo colaboracionista de Vichy lhe moveu, foi conselheiro literário para a Biblioteca do Congresso (1941-1945).

Muita da sua obra foi escrita depois de se ter mudado para os Estados Unidos e entre as suas principais publicações destacam-se “Exil”, “Poème l’Etrangère”, “Pluies”, “Neiges”, “Vents”, “Amers” e “Chronique”.

Recordamos Saint-John Perse, quando passam 36 anos da sua morte.

Bibliografia de Saint-John Perse

Italo Calvino

“Não podemos conhecer nada de exterior a nós próprios que nos supere (…) o universo é o espelho em que podemos contemplar apenas o que aprendemos a conhecer em nós.”

Italo Calvino

Italo Calvino

Foi um dos mais importantes escritores italianos do século XX. Nascido em Cuba, de pais italianos, a sua família voltou a Itália logo após seu nascimento. Formado em Letras, participou na resistência ao fascismo durante a Segunda Guerra Mundial e foi membro do Partido Comunista Italiano até 1956.

Com “O Visconde partido ao Meio”, lançado em 1952, o autor abandonou o neo-realismo dos primeiros livros e começou a explorar a fábula e o fantástico, elementos que marcariam profundamente a sua obra. Nos anos 60 e 70, aprofundou as suas experiências formais em livros como “As Cidades Invisíveis” e “Se numa Noite de Inverno um Viajante”.

Quando passam 26 anos da sua morte, recordamos Italo Calvino.

Bibliografia de Italo Calvino

“Gaveta de Papéis”, de José Luís Peixoto

É já amanhã que chega às livrarias a segunda edição de “Gaveta de Papéis”, do escritor José Luís Peixoto, que sucede à de 2008 e à qual foi atribuido o Prémio de Poesia Daniel Faria. Editada pela Quetzal e já em pré-venda na nossa livraria online.

Gaveta de Papéis
Poesia
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/gaveta-de-papeis/9789725649701/

9789725649701

Robert Jordan

Robert Jordan

Robert Jordan

Começou a escrever em 1977 e ganhou inicialmente alguma notoriedade como autor de novas histórias da série “Conan, o Bárbaro”, publicada durante a década de 80 e em que participou escrevendo 7 livros. Nesta mesma década, trabalhou também na saga Fallon, sob o pseudónimo Reagon O’Neal.

No início da década de 90, lançou-se no seu projecto mais ambicioso, a série de fantasia, ”A Roda do Tempo”, que tinha sido concebida inicialmente como trilogia, mas que se tornou uma obra de magnitude épica, ampliada para 12 volumes, da qual, em Portugal, existem apenas 4 livros traduzidos: ”O Olho do Mundo”, ”A Grande Caçada”, ”O Dragão Renascido” e ”A Sombra Alastra”.

Relembramos Robert Jordan, quando passam 4 anos da sua morte.

Bibliografia de Robert Jordan


O SitiodoLivro.pt

Insira aqui o seu endereço de email para seguir o Blogue e receber notificações dos novos artigos por email.

Siga-nos no Twitter

Quer publicar um livro? Saiba como aqui

Esclareça-se aqui como comprar-nos livros

Conheça as modalidades de pagamento que aceitamos

Para qualquer questão, contacte-nos desde já

Categorias

Arquivo por meses

Anúncios

%d bloggers like this: