Arquivo de Maio, 2011

Impressões (de Miguel e Pedro de Abreu Peixoto)

“A fotografia e a Poesia são duas formas diferentes de olhar o que se passa à nossa volta.

Este livro é, antes de mais, um espaço em que duas formas diferentes de entender o mundo se tornam complementares…

Porque ninguém deve caminhar sozinho na vida, propomos esta viagem pelos nossos sentimentos, expressões na dualidade da imagem e do texto, que se irmanam nestas ‘Impressões’”

(Introdução do livro ‘Impressões’,
de Miguel e Pedro de Abreu Peixoto)

Miguel e Pedro de Abreu Peixoto apresentam-nos a sua primeira auto-publicação, através do SitiodoLivro.pt, “Impressões”. Uma publicação que ‘abraça’ a poesia com a arte da fotografia. Um poema, uma fotografia, duas visões diferentes, com cores diferentes, com palavras diferentes: “Impressões”, uma obra que o vai levar a sonhar e a viajar.

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/impressoes/9789892024028/

John Connolly

John Connolly

John Connolly

Estudou inglês na Trinity College, em Dublin e, em 1993, tirou o mestrado em jornalismo na Dublin City University. Trabalhou como jornalista freelance e colabora regularmente para o jornal Irish Times.

“O Viajante Assassino” foi o seu primeiro romance, lançando-o imediatamente para a primeira linha dos autores de thrillers e, a partir de então, todos os seus romances se tornam best-sellers do Sunday Times. Foi o primeiro autor não americano a ganhar o prémio Shamus.

No dia em que em celebra o seu 43.º aniversário, destacamos John Connolly.

Bibliografia de John Connolly

Juan Carlos Onetti

“A literatura é a infância por fim recuperada.”

Juan Carlos Onetti

Juan Carlos Onetti

Expoente da literatura hispano-americana contemporânea, a sua obra mostra personagens infelizes e o vazio da vida nas grandes cidades. Com uma visão de mundo tão lúcida quanto corrosiva, Onetti, leitor contumaz de Faulkner, Céline e Dostoiévski, dizia encontrar os seus temas em “sonhos diurnos”, através de um “impulso onírico”. Embora não tenha chegado a completar o ensino secundário, Onetti apresenta em toda a sua obra uma estrutura original, inovadora, que lhe deu o Prémio Cervantes de Literatura do ano de 1980.

Além do reconhecimento institucional, Onetti gozava de largo prestígio entre os escritores latino-americanos, como Gabriel García Márquez (de quem herdou boa parte da estrutura narrativa), Juan José Saer. Julio Cortázar, escritor e amigo, sobre ele constumava dizer: “el más grande novelista latinamericano” (o maior romancista latino-americano).

Quando passam 17 anos da sua morte, relembramos Juan Carlos Onetti.

Bibliografia de Juan Carlos Onetti

Ambiente e edificação – Legislação Acústica Anotada (de Jorge Patrício)

Portugal teve a sua primeira regulamentação sobre o ruído publicada em 1987. Esta legislação regulava os aspectos ambientais e a edificação. A sua revisão no início do novo milénio deu origem a dois regulamentos específicos: um para o ambiente e outro para a edificação.

O presente livro pretende ser um manual de apoio interpretativo à boa aplicação destes dois normativos e à clarificação das interfaces que entre eles existem, tanto numa perspectiva técnica como jurídica, visando uma vivência humana mais sustentável.

‘Ambiente e edificação – Legislação Acústica Anotada’, é um livro técnico desenvolvido pelo Eng. Jorge Patrício, Presidente da Sociedade Portuguesa de Acústica (SPA) e investigador do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC). Uma publicação de referência para todos os profissionais na correcta aplicação da legislação no condicionamento acústico. Uma auto-publicação através do SitiodoLivro.pt.

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/ambiente-e-edificacao/9789898413222/

Isabel Alçada

Isabel Alçada

Isabel Alçada

A par de uma intensa actividade no domínio da educação, enquanto técnica, professora e dirigente, estreou-se como escritora de livros infanto-juvenis, em parceria com Ana Maria Magalhães, em 1982. Os seus muitos livros, que marcaram uma viragem na história da literatura infantil portuguesa, reflectem a longa e rica experiência educativa, são eco de uma infância e juventude particularmente felizes e traduzem o seu enorme talento para comunicar com os mais novos. Em particular, a colecção “Uma Aventura” revelar-se-ia um sucesso entre as camadas jovens, chegando a mais de cinquenta títulos, com adaptações para televisão e cinema. Damos hoje os parabéns a Isabel Alçada, quando cumpre 61 anos.

Bibliografia de Isabel Alçada

Giorgio Manganelli

Giorgio Manganelli

Giorgio Manganelli

Hoje, quando passam 21 anos da sua morte, destacámos um dos mais conceituados escritores e críticos literários do pós-guerra italiano, que influenciou toda uma época. Também jornalista e tradutor, foi membro do grupo 63, famoso movimento vanguardista italiano e é detentor de uma muito extensa obra, onde impera o seu sentido irónico.

Bibliografia de Giorgio Manganelli

Promoção “Dia Mundial da Criança” no Sítio do Livro

“Grande é a poesia, a bondade e as danças…
Mas o melhor do mundo são as crianças”.
(Fernando Pessoa, Obra Poética 189)
Em comemoração do “Dia Mundial da Criança” que se celebra em 1 de Junho, vamos praticar um desconto especial e temporário de 20%, até ao final da próxima semana, nas publicações infantis editadas através do SitiodoLivro.pt e que se relacionam em seguida:

1. Mãe, a Lua Está estagada?
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/mae-a-lua-esta-estagada/9789899657106/

2. Margarida e a Luz Linda do  seu Coração
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/margarida-e-a-luz-linda-do-seu-coracao/9789892019406/

3. Lendas da  Amazônia
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/lendas-da-amazonia/9789892019659/

4. O Saúl das Árvores e o Gato Pitó
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/o-saul-das-arvores-e-o-gato-pito/9789899671805/

5. Pompom e os  coelhinhos brancos
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/pompom-e-os-coelhinhos-brancos/9789892021386/

6. Manual de  vermicompostagem para crianças e jovens
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/manual-de-vermicompostagem-para-criancas-e-jovens/9789899685505/

7. O ursinho pompom
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/o-ursinho-pompom/9789899704701/

8. Os amigos do Mário
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/os-amigos-do-marco/9789892022017/

9. Histórias de animais diferentes
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/historias-de-animais-diferentes/9789899692800/

10. O mundo da poesia
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/o-mundo-da-poesia/9789899699304/

11. Histórias dos avós à maneira dos netos
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/historias-dos-avos-a-maneira-dos-netos/9789899692824/

12. As diabruras da Rita e do Ricardo
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/diabruras-da-rita-e-do-ricardo/9789899692817/

13. O rei das rimas
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/o-rei-das-rimas/9789899713307/

14. Margarida e todo o amor do mundo no seu coração
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/margarida-e-todo-o-amor-do-mundo-no-seu-coracao/9789892023199/

15. Wolfgang – O guerreiro nórdico
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/wolfgang/9789898413284/

16. Sete contos pequeninos da bisavó
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/sete-contos-pequeninos-da-bisavo/9789899692848/

17. A sonhar… era uma vez
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/a-sonhar-era-uma-vez/9789899692831/

18. O patinho friorento
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/o-patinho-friorento/9789892023106/

António Avelar de Pinho

António Avelar de Pinho

António Avelar de Pinho

Escreveu e coproduziu o disco do programa “Fungagá da Bicharada”. Redigiu canções para nomes como Lara Li, Gabriela Schaaf, Concha ou os próprios Banda do Casaco. Trabalhou com nomes como Rui Veloso ou as Doce. É também um dos autores da personagem “Avô Cantigas”.

Com Pedro de Freitas Branco (músico), foi o autor da série juvenil “Os Super4”, com mais de 19 livros publicados e os mais recentes, a partir de 2005, têm sido escritos apenas por si.

Falamos de António Avelar de Pinho, no dia em que celebra o seu 64.º aniversário.

Bibliografia de António Avelar de Pinho

O patinho friorento (de Nuno Gomes)

“Era uma vez um patinho amarelo… que tinha medo de se molhar. Cada vez que tocava a água sentia um grande arrepio que deixava todas as suas penas em pé! Brrrrr… que frio!…”

(Excerto do livro ‘O patinho friorento’, de Nuno Gomes)

Consegue imaginar um patinho que nunca nadou no lago? É muito estranho.

Quando todos os seus irmãos e amigos iam para a água, o patinho tinha medo de se molhar.

O que podiam o pai Pato e a mãe Pata fazer, para ajudar o seu filhote que andava cada vez mais triste?

‘O patinho friorento’, escrito por Nuno Gomes e ilustrado por Marco Martins, editado e publicado através do SitiodoLivro.pt, é uma história cheia de cor e magia em que o ‘Patinho’ vai ensinar-nos que ‘Nada é Impossível quando se quer muito’ e que ‘Nunca devemos deixar de lado o que é importante para nós’.

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/o-patinho-friorento/9789892023106/

“Sete contos pequeninos da Bisavó” e “A sonhar… Era uma vez” (Maria Teresa Cavaco)

Teresa Cavaco presenteia-nos, novamente, com mais duas obras infantis, escritas e ilustradas pela própria autora, editadas e publicadas através do SitiodoLivro.pt.

Mas não são apenas mais dois livros infantis! São duas obras que irão transportar ‘miúdos e graúdos’ até à infância, com muita imaginação, magia e inocência. Divirta-se com os mais ‘pequenos’ e deixe levar-se pelas histórias criadas pela autora Teresa Cavaco.

“Sete contos pequeninos da bisavó – Um conto por noite” são histórias pequeninas que os pais, avós e bisavós podem ler para adormecer os mais pequeninos. Os pequeninos vão deliciar-se com estes sete contos diferentes e cheios de magia, que lhes vão proporcionar sonos tranquilos e sonhos com muita imaginação. Neste livrinho, vão ter muitas surpresas, como por exemplo: uma estrelinha a jogar com um menino, ou uma rãzinha a viajar num barco. (Teresa Cavaco)

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/sete-contos-pequeninos-da-bisavo/9789899692848/

“A sonhar… era uma vez” são sonhos registados em contos. Sonhos que poderiam ter sido vividos por crianças, em resultado de várias situações fictícias, ou reais. A imaginação, criatividade, emoção, fantasia nas diferentes situações deram origem a estes contos encantadores. Espero que estes contos ajudem muitas crianças a perceber a diferença entre o real e o imaginário. “O palhaço menino” no seu sonho vive momentos deliciosos e resolve um problema. “A gruta misteriosa” provoca um sonho menos bom, atenuado pela amizade e companheirismo entre jovens. Todos vão gostar de viver as aventuras sonhadas no castelo e no fundo do mar. (Teresa Cavaco)

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/a-sonhar-era-uma-vez/9789899692831/

Ruben A.

Porque é que os Homens não compreendem as Mulheres

«Tu estás convencida há vários anos de que eu não te compreendo. Esta é sempre a teoria das mulheres, que não são compreendidas, que não são queridas, que não são adoradas, as queixas montanhas grandes, queixas enormes, sempre a justificar uma infelicidade que lhes vem lá do fundo da criação do mundo, do útero, da terra, as mulheres reflectem o útero feminino da terra, um útero cheio de aflições, em conclusão, queixam-se de tudo então entre os quarenta e os cinquenta, esse útero funciona nas alturas, é um útero cósmico que já não é parte de uma mulher, pertence à mulher do mundo. Há muita verdade no que dizes, o homem desinteressa-se facilmente, depois do acto do amor, depois logo sacode as penas, arrebita, passa à frente, domina outro mundo, a mulher fica fechada, acanhada nesse encontro muito íntimo, nesse seu mais fundo dos fundos, na identidade uterina com a ideia da criação, da reprodução da génese, salta, salta, forma-se na mulher a visão do caos a que só ela pelo amor pode dar uma nova regra, pelo domínio da paixão, pela companhia, para isso tem de ser compreendida, ela julga que é compreendida, tem de justificar a sua infelicidade pela compreensão do amor, de um outro amor, a mulher busca no outro amor o amor definitivo, amor que nunca aparece, é o poder fantásmico de convicção, que rompe todas as barreiras, a mulher atira-se, não sabe onde nem como, é capaz dos maiores actos de heroísmo clandestino, aparece, vai, surge, abre-se, mostra o que é o amor, a sua entrega total.»

(Ruben A., in ‘Silêncio para 4’)

Ruben A.

Ruben A.

Foi professor no King’s College, em Londres, entre 1947 e 1951 e funcionário da Embaixada do Brasil em Lisboa, entre 1954 e 1972. Entre 1972 e 1974, exerceu o cargo de administrador da Imprensa Nacional – Casa da Moeda e director-geral dos Assuntos Culturais do Ministério da Educação e Cultura. Além de romancista, é conhecido também como dramaturgo, cronista e historiador.

A sua obra reparte-se por dezenas de volumes, que vão do romance ao ensaio, passando pela autobiografia, pelo conto e pela novela. Dotado de um fino humor e utilizando uma prosa de vanguarda, constitui um caso ímpar na literatura portuguesa, pela escolha de temas, pelo arrojo do estilo e pela originalidade do discurso.

No dia em que faria 91 anos, relembramos Ruben A.

Bibliografia de Ruben A.

Wolfgang – O guerreiro nórdico (Danilo Pereira)

‘Na era medieval existiu um homem de cabelos dourados que em vida tinha sido um guerreiro notável. Ele ficou conhecido por ser um profundo conhecedor do aço e por destroçar os seus inimigos no campo de batalha. Certo dia, como capitão do exército de Odin, ele liderou o seu exército rumo à vitória na batalha contra os Jotnar, gigantes criaturas com força sobre-humana, que sempre se manifestavam em oposição aos Deuses. (…) E então, o que parecia ser impossível aconteceu; eles venceram a batalha e Wolfgang tornou-se um líder ambicioso e sedento de sangue.’ (Introdução do ‘Prelúdio’ da obra ‘Wolfgang – O guerreiro nórdico’, de Danilo Pereira)

Um livro juvenil, escrito e ilustrado por Danilo Pereira, publicado através do SitiodoLivro.pt e recorrendo aos nossos serviços editoriais.

Uma aventura empolgante sobre Wolfgang, o guerreiro nórdico, onde este terá uma segunda oportunidade para corrigir os erros que cometeu no passado. Na companhia dos mais magníficos e extraordinários seres mitológicos, Wolfgang caminhará mais uma vez sobre a terra e viverá a mais empolgante e electrizante aventura da sua vida. Aventure-se neste livro e saiba como Wolfgang vai superar a missão que o Deus supremo, Odin, lhe atribuiu.

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/wolfgang/9789898413284/

Alfredo Saramago

Alfredo Saramago

Alfredo Saramago

“O meu mal é gostar de muitas coisas. Não posso eleger um sítio. Como não posso eleger um só prato de que gosto mais. É consoante o momento. A vida é a arte das circunstâncias. O que temos é que adaptar a vida a essas circunstâncias. Portanto não posso eleger apenas uma coisa. Qual o livro? O filme? Qual o livro que levaria para uma ilha deserta? — já me perguntaram. Sei lá! Numa das vezes, após muita insistência, respondi: levo um livro em branco, para escrever aquilo que quero”.

Foi um dos principais investigadores portugueses da história da Alimentação, centrou grande parte da sua obra na gastronomia do país, passando pelos hábitos alimentares alentejanos, algarvios, das Beiras, Minho e Trás-os-Montes.

Autor de “Cozinha Para Homens – a honesta volúpia” (2007), “Para uma História da Alimentação de Lisboa e seu Termo” (2004), “Para uma História da Alimentação no Alentejo” (1997), “Doçaria dos Conventos de Portugal” (1997), entre outras obras.

Quando passam 3 anos da sua morte, relembramos Alfredo Saramago.

Bibliografia de Alfredo Saramago

Apontamentos fotográficos (José Espírito Santo)

«O presente livro é uma breve exposição de algumas imagens captadas ao longo dos anos, como simples amador, em viagens e passeios pelo nosso país e também pelo estrangeiro, e obtidas com o prazer do contacto com os ambientes, pessoas e a natureza, que o hobby da fotografia nos proporciona.» (José Espírito Santo, autor do livro ‘Apontamentos fotográficos’)

Recorrendo à auto-publicação e aos serviços de apoio à edição disponíveis no SitiodoLivro.pt, ‘Apontamentos fotográficos’ vem evidenciar e reafirmar que se conseguem excelentes trabalhos recorrendo à fotografia analógica. José Espírito Santo apresenta uma selecção de fotografias que captou no nosso país e no estrangeiro, desde os anos 80, até aos dias de hoje. Uma obra de grande qualidade de expressão plástica, com a nossa chancela Vírgula.

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/apontamentos-fotograficos/9789898413246/

Margarida e todo o amor do mundo no seu coração (Rita Lacerda)

Há precisamente um ano atrás, uma menina chamada ‘Margarida’ bateu à porta do Sítio do Livro para a ajudar a partilhar com outras crianças e jovens o que realmente é importante valorizar na vida, desde o amor, a amizade, a alegria, entre outros valores. Assim nasceu o primeiro livro da ‘Margarida’, a primeira auto-publicação da autora Rita Lacerda. Um ano passou… ‘Margarida’ cresceu, conheceu novas pessoas e descobriu que ‘as aparências muitas vezes enganam-nos e fazem-nos acreditar no que vemos’.

‘Margarida e todo o amor do mundo no seu coração’, é a segunda auto-publicação da Rita Lacerda, com ilustrações de Regina Blancher.

Um conto escrito com base numa história verdadeira, sobre um homem muito pobre, ex pescador, analfabeto, mas como uma riqueza interior muito grande. É uma mensagem para todos, de ‘mor Incondicional’ entre uma ‘criança adolescente’ e um homem já de idade avançada, um Ser Humano muito Especial, que se tornou mendigo.

Este livro é em sua homenagem: ‘Não se deixem iludir pelas aparências’.

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/margarida-e-todo-o-amor-do-mundo-no-seu-coracao/9789892023199/

Henrik Ibsen

“Muitos julgam cumprir o seu dever pronunciando aforismos abstractos para uso alheio em vez de pregar por meio do exemplo.”

Henrik Ibsen

Henrik Ibsen

Dramaturgo e poeta norueguês, foi o principal representante da literatura escandinava no século XIX e dedicou toda a sua vida ao teatro, como director e autor. Aos vinte anos, já tinha escrito o seu primeiro drama. A sua obra conheceu bruscos altos e baixos de êxito e fracasso e, no final da sua vida, Ibsen alcançou a glória e o reconhecimento dos seus contemporâneos. Há dois temas constantes no teatro de Ibsen: a vocação individual e o combate sem tréguas de forças opostas para formar o destino do homem. (via: http://www.vidaslusofonas.pt/)

Quando passam 105 anos da sua morte, relembramos Henrik Ibsen.

Bibliografia de Henrik Ibsen

O Direito de Estrangeiros na Jurisprudência Portuguesa – Colectânea de Jurisprudência (Soraya Jossana da Cruz Gonçalves)

‘O Direito de Estrangeiros na Jurisprudência Portuguesa – Colectânea de Jurisprudência’, uma auto-publicação da autora Soraya Jossana da Cruz Gonçalves, através do SitiodoLivro.pt.

Uma obra técnica que reúne, de forma sistematizada – incluindo notas, remissões, a identificação concisa das questões analisadas e referência à legislação que se teve por mais relevante –, cerca de duzentos e oitenta acórdãos e sumários de acórdãos proferidos pelos tribunais superiores portugueses (Supremo Tribunal de Justiça, Supremo Tribunal Administrativo, Tribunal dos Conflitos, Tribunais da Relação e Tribunais Centrais Administrativos), incidentes sobre a temática da entrada, permanência, saída e afastamento de estrangeiros do território nacional, do exercício do direito de livre circulação e residência dos cidadãos da União Europeia e dos membros das suas famílias no território nacional, da nacionalidade e da cooperação entre Portugal e o Brasil, no domínio do reconhecimento de graus e títulos académicos, do reconhecimento de títulos de especialização e do acesso a profissões e seu exercício, tendo sido seleccionados os acórdãos mais recentes e os que, embora proferidos ao abrigo de legislação entretanto modificada, se mantêm actuais.

A autora pretende disponibilizar, a todos os profissionais e interessados na temática ‘Direito de estrangeiros’, as decisões dos tribunais superiores portugueses oportunamente proferidas sobre os temas acima referidos, de ainda escasso tratamento jurisprudencial e doutrinário.

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/o-direito-de-estrangeiros-na-jurisprudencia-portuguesa/9789892023588/

Califórnia da Europa (Paulo de Lima Monteiro)

Aposto qualquer quantia em dinheiro, com qualquer pessoa que aceite o desafio, que dentro de alguns séculos a descrição mais comum do Departamento de Física local será qualquer coisa como: “Those guys hovering over there are Zen seekers; those brandishing the pencils are arguing the theorem of sincerity; once n’ awhile one of them pulls up a gun and shoots the others, but otherwise we’re fine.” (Excerto do livro ‘Califórnia da Europa’, de Paulo de Lima Monteiro)

Aceita o desafio do autor Paulo de Lima Monteiro?

Quer saber mais sobre o que pensa o autor sobre o ‘nosso’ futuro?

‘Califórnia da Europa’ é a 1.ª auto-publicação de Paulo L. Monteiro, através do Sitiodolivro.pt. Uma obra escrita em 1995, mas que se encontra ainda actual, face à actual crise económica que Portugal e a Europa estão a atravessar. Uma publicação que sugere que há concepções diferentes da escola do pessimismo e da auto-depreciação que, partindo do século XIX, inundou também o século XX. Procurando noções que possam ser desenvolvidas de forma construtiva, em alternativa ao pistão colado que parte o motor, o discurso apresentado pelo autor faz um caminho através de moralidade e cultura, sistemas económicos e dever perante gerações futuras.

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/california-da-europa/9789892023984/

Jodi Picoult

Jodi Picoult

Jodi Picoult

“Picoult tornou-se uma mestre, quase uma visionária, na arte de descobrir temas polémicos e escreve romances extremamente cativantes acerca deles… É impossível não ficar enfeitiçado pela forma como Picoult nos força a pensar no que está correcto e no que está errado.” (The Washington Post)

Galardoada com o New England Book Award em 2003 pela totalidade da sua obra, é autora de dezoito romances, todos bestsellers. Vive em New Hampshire com o marido e os três filhos. Tem mais de 3 milhões de exemplares vendidos em 35 países e os seus livros estão traduzidos em 34 línguas.

Falamos de Jodi Picoult, no dia em que faz 45 anos.

Bibliografia de Jodi Picoult

Gestão do risco em projectos de sistemas e tecnologias de informação e comunicação (Joaquim A. Casaca)

‘A gestão do risco é um processo através do qual se procede à identificação e avaliação dos riscos e se define um conjunto de medidas de acção para reduzir o risco do projecto para um nível aceitável. As abordagens clássicas à temática da avaliação do risco cingem-se, na sua grande maioria, aos impactos no próprio projecto, traduzido em aumentos de prazos de execução, aumentos de custos ou redução de funcionalidades, esquecendo-se que o insucesso do projecto pode ter repercussões relevantes para a própria organização.’
(Joaquim A. Casaca, autor do livro ‘Gestão do risco em projectos de sistemas e tecnologias de informação e comunicação’)

‘Gestão do risco em projectos de sistemas e tecnologias de informação e comunicação’ é a primeira auto-publicação de Joaquim A. Casaca através do SitiodoLivro.pt e que pretende contribuir para a melhoria do processo da gestão do risco de acordo com as boas práticas da indústria, apresentando uma metodologia para a quantificação dos riscos nos projectos de sistemas e tecnologias de informação e comunicação.

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/gestao-do-risco-em-projectos-de-sistemas-e-tecnologias-de-informacao-e-comunicacao/9789892024158/


O SitiodoLivro.pt

Insira aqui o seu endereço de email para seguir o Blogue e receber notificações dos novos artigos por email.

Siga-nos no Twitter

Quer publicar um livro? Saiba como aqui

Esclareça-se aqui como comprar-nos livros

Conheça as modalidades de pagamento que aceitamos

Para qualquer questão, contacte-nos desde já

Categorias

Arquivo por meses


%d bloggers like this: