Archive for the 'Novidades' Category

Pedro Ribeiro da Cunha publica o romance “A Vida de Mário Alexandre”

Pedro Ribeiro da Cunha, engenheiro de formação, mas gestor de profissão, publica o seu primeiro romance, intitulado “A Vida de Mário Alexandre – Uma Decisão Difícil“.

VidaAlexandre_NOVIDADE

Sinopse

Os pais do João eram casados há dezanove anos e pensavam que tinham a vida organizada e sob controlo. Projectavam a vida a correr sobre rodas com os negócios de Mário a crescer e a vida social a decorrer entre as férias no Algarve, caçadas na herdade do seu sogro, já recuperada pela família depois da reforma agrária, viagens anuais a grandes cidades e com Carlota a herdar de sua mãe os títulos de Marquesa do Prado e de Viscondessa de Santa Lucrécia. Viriam noras e genros oriundos do mesmo meio social a quem se sucederiam os netos.

No entanto, uma imprudência de Carlota iria modificar, para sempre, as suas vidas e os seus planos para o futuro.

Mário tinha duas reacções possíveis aos dramáticos acontecimentos com que se deparou. Conforme fosse a sua reacção, a sua vida dali para a frente seria muito diferente.

Clique na imagem para ver ou adquirir o livro e conhecer o autor

 

Anúncios

Apresentação de “A Inquisição Portuguesa”, de Arlindo Correia

Quinta-feira, 5 de Abril, às 18:00, na Livraria Ferin (Rua Nova do Almada, 70, 1249-098 Lisboa)

Arlindo Correia, licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, desenvolveu a sua profissão como quadro superior e dirigente das Finanças, tendo cumprido, nesse contexto, algumas missões no estrangeiro. Após a sua saída daquele Ministério, desempenhou vários cargos na Comissão Europeia e, já reformado, concluiu a sua carreira como advogado.

Um dos seus hobbies preferidos consistiu em investigar toda a documentação disponível sobre a Inquisição em Lisboa, vindo a compilar, nesta publicação – uma obra monumental e ímpar, com quase 2.400 páginas em 3 volumes, intitulada “A Inquisição Portuguesa em face dos seus Processos”, – o seu estudo bastante exaustivo, onde pretende desmistificar o entendimento corrente da “Santa” Inquisição, revelando, de forma surpreendente, o desígnio autêntico daquela instituição.

A apresentação do autor e da obra estará a cargo do Dr. Xavier de Basto

clique na imagem para antever ou adquirir os livros e conhecer o autor

banner_FB_A-inquisição-Portuguesa_02

Sinopse (do Volume I)

Por volta de 2005, os serviços do Arquivo da Torre do Tombo digitalizaram e puseram em linha todos os processos da Inquisição de Lisboa, o que logo despertou o meu interesse. Infelizmente, a medida não se estendeu às Inquisições de Coimbra e de Évora. Mas a verdade é que os processos de Lisboa eram em geral mais interessantes e importantes que os das outras Inquisições do País.

Começou então o Autor deste livro a estudar alguns processos, colocando na Internet no seu site os resultados desse estudo. Tal estudo foi agora transcrito para este livro. Pretendeu o Autor substituir a precariedade do formato digital pela perenidade da obra impressa. Assim a publicação agora dada a lume tem origem em textos da Internet, tanto assim que os diversos capítulos indicam a data da redacção de cada um.

As conclusões deste estudo são surpreendentes. Desaparece o mito da “Santa” Inquisição. Em vez disso aparece uma instituição sedenta de poder por todos os modos e feitios. Teoricamente, a Inquisição destinava-se a castigar os hereges, mas certamente não teria um número deles suficiente para justificar a sua existência. Por isso, teve de os inventar e daí a perseguição dos cristãos novos. Não se limitou, porém, a perseguir os cristãos novos hereges, juntou a estes todos os cristãos novos, entendendo por tais até os que tinham um único antepassado judeu fosse em que grau fosse. Mais: não só os que tinham tais ascendentes mas mesmo os que apenas tinham fama de os ter.

A explicação da Inquisição é esta mesma e nenhuma outra: uma instituição de poder que se justificava apenas por isso, o exercício do poder. A maior parte dos Inquisidores, homens inteligentes como eram, sabiam muito bem que estavam a condenar inocentes, mas fingiam que os réus eram na realidade culpados de heresia. Para isso, contavam com o ódio anti-semita da população e tratavam de repartir algum desse seu poder pelos comissários e familiares da Inquisição.

José Manuel Moreno publica “Lisboa a Oriente – Memórias do Passado”

LisboaOriente_facebook

A história da zona mais oriental de Lisboa, conhecida como Parque das Nações, após ter acolhido a Expo’98, atenta a sua posição estratégica, confunde-se com a história da própria cidade. É uma história milenária e riquíssima de acontecimentos, nomeadamente de batalhas, nomeadamente a travada por D. Afonso Henriques, contra os mouros, junto à Ponte Romana de Sacavém.

Por aqui passaram fenícios, gregos, cartagineses, romanos, alanos, visigodos e árabes. Foi retiro de alfacinhas boémios, que nas suas tabernas cantaram o fado.

Aqui ocorreu o primeiro acidente ferroviário português. Foi farol de esperança para os que, acossados pela cruel perseguição, numa guerra tenebrosa, que sangrava a Europa no séc. XX, aportavam a Lisboa por mar e ar.

Aqui se instalou, na primeira metade do séc. XX, a primeira refinaria portuguesa de hidrocarbonetos, a Sacor, e todas as demais empresas ligadas ao sector. Foi também a casa do nosso primeiro aeroporto, o Aeroporto Marítimo de Cabo Ruivo, permitindo a ligação, única pela via do ar, com o novo mundo. Simultaneamente, também aqui se instalou o primeiro Matadouro Frigorífico de Lisboa. De todo este passado há marcas ou memórias.

É, justamente, de algumas dessas marcas ou memórias que vos fala este trabalho, cuja única pretensão é trazer ao conhecimento dos leitores episódios e imagens desse passado, até 1998, desta cidade que cativa e arrebata os que a frequentam.

clique na imagem para ver ou adquirir o livro e conhecer o seu autor

Novo livro de contos de Victor Marques dos Santos, “O Obelisco de Kubrick”

banner_FB_O-Obelisco-de-Kubrick

«O Obelisco de Kubrick é um livro no terreno da nossa humanidade deste lado do cosmos, o lado que nos confronta com a força da gravidade de nós, um livro de histórias aparentemente desirmanadas, tão que acabam por se ligar circularmente nos extremos e serem, afinal, uma história por episódios, mosaicos num mural de vida.

(…) Sim, foi Vida o que mais me impressionou nos textos que ora se dão a público. A escrita e a pontuação, por (de)mais irrepreensíveis, são acessórios, a forma para o conteúdo, a Vida em maiúscula. Ler estes esboços de pensamento é ver por outros olhos, sentir com outros vagares, outras apreensões, outras subjectividades. Por vezes é ver sítios conhecidos tornarem-se desconhecidos ou, paradoxalmente, reconhecidos na familiaridade que com eles mantemos através do que o autor deles nos diz. É sermos levados a sítios físicos do mesmo modo que somos levados a sítios de intimidade psico-emocional.

Ao leitor, a surpresa para daqui ler, quiçá, da (sua) própria Vida, o segredo, em suma, do obelisco…»

(extraído das “Notas de Quase Prefácio” de Isabel Tallysha-Soares)

clique na imagem para ver ou adquirir o livro e conhecer o autor

“Penélope & Kurvin e a Missão Impossível”, de Sofia Bidarra Pinto

banner_FB_Penélope-&-Kurvin

Sofia Bidarra Pinto, natural de Coimbra, com apenas 15 anos, traz-nos o seu primeiro livro, uma história das aventuras de dois companheiros que têm nas suas mãos a salvação do Planeta! Muitos desafios, muitas decisões por tomar e uma grande responsabilidade para com o Mundo.

Disponível nas livrarias de Portugal continental.

clique na imagem para ver ou adquirir o livro e conhecer a autora

“Memórias de um Obscuro Sargento”, um livro de Figueiredo Luiz

banner_FB_Memórias_de_um_Sargento_Obscuro

Esta obra baseia-se em factos e personagens reais. A par de algumas virtudes e valores castrenses inerentes à instituição militar e enaltecidas no seu contexto, revela também situações de prepotência, excessos e injustiças que o autor descreve ao longo de uma sucessão de episódios em que a seriedade e o burlesco se combinam.

clique na imagem para ver ou adquirir o livro e conhecer o autor

Apresentação de “Histórias de um Mundo que passa”, obra poética de Manuel Bolotinha

Sábado, dia 03-Mar, às 16:00, na Livraria Ferin (Rua Nova do Almada, 70, 1249-098 Lisboa)

Manuel Bolotinha, nascido em Lisboa em 1950, engenheiro eletrotécnico de profissão, começou a escrever poesia aos 17 anos, tendo participado recentemente em duas “Antologia de Poesia Portuguesa Contemporânea”, para além de ter editado diversos livros técnicos. Reuniu agora, neste seu novo livro, intitulado “Histórias de um Mundo que passa — 50 anos de devaneio —”, aqueles que considera serem os seus poemas mais representativos.

A sessão será participada pelo Eng.º Rafael Sacramento e por Patrícia Bolotinha Lourenço.

Para antever o livro e conhecer o autor, clique na imagem

HistoriaMundo_Facebook

Sinopse

O mundo passa, passam as suas histórias, morrem, ficam só as palavras, estranhas, que se entranham, que oprimem, que acariciam.

Se, como disse António Gedeão no seu fabuloso poema Pedra Filosofal, “[…] o mundo pula e avança / como bola colorida / nas mãos de uma criança […]”, o meu mundo foi a procura do impossível e do infinito, num devaneio permanente da juventude à velhice, envelhecendo sem envelhecer, criança eterna, porque como o poeta, não estou, não fico, não parto… sou!

Espero que a leitura destes poemas lhe dê tanto prazer como me deu escrevê-los e que se deixe embalar pela imaginação… devaneie!


Insira aqui o seu endereço de email para seguir o Blogue e receber notificações dos novos artigos por email.

O SitiodoLivro.pt

Seja nosso fã no

Quer publicar um livro? Saiba como aqui

Conheça todas as novidades editoriais na nossa livraria

Os nossos e-books

Procura um livro que não encontra? Peça-nos

Encomende os livros escolares connosco

Esclareça-se aqui como comprar-nos livros

Para qualquer questão, contacte-nos desde já

Conheça as modalidades de pagamento que aceitamos

Arquivo por meses

Categorias

Anúncios

%d bloggers like this: