Arquivo de Setembro, 2012

“A Submissão”, de Amy Waldman, vence o Janet Heidinger Kafka Prize

A Submissão“, de Amy Waldman, que a Teorema publicou em Agosto, venceu o Janet Heidinger Kafka Prize for Fiction, anunciou fonte do galardão.

“Com uma prosa explicativa mas lírica, a autora captou as dolorosas ambiguidades que se agitam na nossa cultura, temperando-a com os temas da justiça, política e estereótipos (tanto observados como representados), inserindo as suas magníficas e variadas personagens numa história imprevisível e inesquecível”, referiu o professor Terry Platt, do júri do galardão.

Com um valor monetário de 7,5 mil doláres (cerca de 5,7 mil euros), o galardão é atribuído anualmente pelo Susan B. Anthony Institute for Women’s Studies e pelo Departamento de Inglês da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos.

Este prémio literário foi criado pela família, amigos e colegas em memória de Janet Heidinger Kafka, uma jovem e promissora editora que faleceu num acidente de viação aos trinta anos, quando a sua carreira começava a despontar, e de quem se esperava um grande futuro nas causas da literatura e das mulheres.

A cerimónia de entrega do galardão realiza-se no dia 4 de outubro na Universidade de Rochester.

Entre as vencedoras do Janet Heidinger Kafka Prize for Fiction contam-se escritoras consagradas como Toni Morrison, Anne Tyler, Gail Godwin e Ann Pachett.

A Submissão“, o romance de estreia de Amy Waldman, venceu já o Asian/Pacific American Award for Literature 2012 na categoria Ficção para Adultos, foi finalista do The Guardian First Book Award 2011 e do PEN/Hemingway Award 2012 e foi nomeado para o Orange Prize 2012.

Foi também a grande revelação nas listas dos melhores livros de 2011 das mais prestigiadas publicações do mundo, tendo sido considerado o melhor do ano pela Entertainment Weekly e pela Esquire, figurando ainda nas listas da Salon, do Chicago Tribune, do New York Daily News, da The L Magazine, da Outlook, da BookBrowse, da The Millions, da NPR, da Kirkus Reviews, da Barnes & Noble, da Amazon, do The New York Times, da BookPage e do Financial Times.

(Fonte: LeYa)

A Submissão

9789726959984

Distribuição, o eterno problema do mercado editorial português

in Público, por Isabel Coutinho

«Há uma década faliu a DigLivro, que era na época a maior distribuidora portuguesa. Este ano, a CESodilivros foi declarada insolvente. Os editores voltam a tentar encontrar soluções. Umas estão a correr melhor do que outras.

A história repete-se. Com a insolvência da distribuidora CESodilivros, uma associação entre a Coimbra editora e a Sodilivros, várias dezenas de editoras portuguesas ficaram com dívidas e viram os seus livros desaparecer das livrarias e hipermercados durante meses. Umas optaram pela distribuição própria e outras tiveram de encontrar alternativas. Há uma década, o mercado livreiro português passou por uma situação parecida. Em 2001 faliu aquela que era considerada na época a maior distribuidora portuguesa, a DigLivro, e logo no ano seguinte fechou a Audil.

“Falência de distribuidoras leva editoras à distribuição própria”, era o título de um artigo que saiu no PÚBLICO em 2002, onde se dava conta da situação difícil que então atravessavam a Relógio D’Água e a Assírio & Alvim. Se numa década a edição mudou muito em Portugal, com a criação dos grandes grupos, parece que a distribuição está a passar pelas mesmas dificuldades. E as soluções parecem ser as mesmas.» […]

Ler artigo completo no Público


Insira aqui o seu endereço de email para seguir o Blogue e receber notificações dos novos artigos por email.

O SitiodoLivro.pt

Seja nosso fã no

Quer publicar um livro? Saiba como aqui

Conheça todas as novidades editoriais na nossa livraria

Os nossos e-books

Procura um livro que não encontra? Peça-nos

Encomende os livros escolares connosco

Esclareça-se aqui como comprar-nos livros

Para qualquer questão, contacte-nos desde já

Conheça as modalidades de pagamento que aceitamos

Categorias

Siga-nos no twitter


%d bloggers like this: