“O Centenário que Fugiu pela Janela e Desapareceu”, de Jonas Jonasson

Já temos em pré-venda na nossa livraria online este livro que, segundo Luís Filipe Borges, é “humor negro, história do século XX e protagonistas irónicos capazes do impossível. Faz-nos ansiar pela velhice! Uma receita absolutamente viciante”.

“O Centenário que Fugiu pela Janela e Desapareceu”
http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/o-centenario-que-fugiu-pela-janela-e-desapareceu/9789720043016/

9789720043016

Book trailer

Sinopse do livro

Um romance hilariante e um fenómeno internacional de vendas a ler sem qualquer moderação! No dia em que Allan Karlsson celebra 100 anos, toda a cidade o aguarda para uma grande festa em sua honra. Mas Allan tem outros planos… Morrer de velho? Sim, mas não ali! Munido de um par de chinelos gastos, joelhos empenados e uma ousadia tremenda, Allan lança-se numa extraordinária aventura, arrastado numa torrente de equívocos e golpes de sorte. E ao mesmo tempo que acompanhamos a sua última viagem (ou será que não?), conhecemos o seu passado, perdido entre guerras, explosões e mulheres fatais – qual delas a mais perigosa! Uma estreia literária impressionante que conquistou centenas de milhares de fãs.

Anúncios

8 Responses to ““O Centenário que Fugiu pela Janela e Desapareceu”, de Jonas Jonasson”


  1. 1 ebalona 28/10/2011 às 18:28

    Boas

    Acabei de o ler.
    É de facto um Forrest Gump bastante mais sofisticado.
    Várias histórias dentro da história do velho Allan, recheadas de BOM humor, nonsence e onde gargalhamos silenciosamente ao descobrir o monte de diabruras por onde passa o nosso herói.
    Girissimo é a forma como acaba por interagir com as diversas personalidades mundiais do seculo XX, como de forma mais ou menos directa, sela o destino de cada um deles e como por diversos meros acasos se fabrica a evolução do mundo como por exemplo a queda de regimes ou a solução de crises normalmente de grande escala.
    Muito, muito giro de ler e no fundo, aprender.
    Especial é tambem a simplicidade com que op Allan encara o destino. Simples e directo, com uma boa dose de sorte e se possivel, com dois ou vários copos de aguardente, ou vodka…

    Gostar

  2. 2 Electromic Jazzy Girl 03/01/2012 às 12:10

    Começo por desejar um bom ano ao Blogue do Sítio do Livro e a todos os que, directa e indirectamente dele fazem parte.

    Desde a primeira vez que vi este livro, pela altura do seu lançamento, tenho uma grande curiosidade por ele.
    No entanto, como adepta de boa leitura que sou, tenho receio por me desiludir. Não conheço o autor e, o facto de ser um êxito é um bom indicador mas também pode ser um engano. Já me desiludi com “best-sellers”, no passado.

    Para um livro me agradar, é essencial que a escrita seja de qualidade, daí que os ditos clássicos, sejam os meus favoritos.

    Com base nestas premissas, gostava de saber a opinião, se devo ou não ler “O Centenário que Fugiu pela Janela e Desapareceu”.

    Obrigada e cumprimentos

    Gostar

    • 3 SitiodoLivro.pt 03/01/2012 às 20:30

      Os critérios por que destacamos livros neste blogue prendem-se com a sua notoriedade comercial, com a aura dos seus autores ou por constituírem uma novidade mediática e visa-se sobretudo e tão só divulgá-los junto dos nossos seguidores, sem pretendermos influenciar qualquer decisão de compra ou leitura. Não tencionamos, nem podemos, fazer qualquer crítica literária ou recomendação de leitura, o que deixamos aos seguidores do blogue que queiram comentar os livros destacados e as opiniões ou observações que possamos citar serão sempre referenciadas ou retiradas da sua própria sinopse.

      Aproveitamos para agradecer e retribuir os desejos de um óptimo Ano Novo.

      Gostar

      • 4 Electronic Jazzy Girl 04/01/2012 às 11:53

        Apesar das opiniões variarem de indivíduo para indivíduo, são elas que nos fundamentam, muitas vezes, as escolhas que fazemos.
        as sinopses podem ser lidas em qualquer lugar e são frias, meramente informativas, sem “alma”.

        Penso que o blog ganharia mais, caso houvesse uma opinião mais pessoal sobre os livros. Eu, pelo menos, gostava (é só a minha opinião!).

        Procurarei, então, críticas pessoais sobre este livro e com base nelas decidirei se o hei-de ou não comprar.
        Para já, antes de as ter, não o vou fazer.

        Obrigada pela resposta e cumprimentos

        Gostar

  3. 5 Electronic Jazzy Girl 03/01/2012 às 12:16

    Ainda a propósito do que escrevi acima, li maravilhas sobre “Antes de Adormecer”, de S. J. Watson, em mais do que um sítio, ao ponto de o colocar na minha lista das próximas aquisições.

    Como entretanto fiquei a saber que o 1º capítulo deste livro estava à disposição na internet, fui logo lê-lo. Que desilusão!… Escrita banal, uso de palavrões e explicação exaustiva das ideias, quase como se fosse escrito para uma criança inocente.
    Não conseguir ultrapassar as vinte e poucas páginas deste primeiro capítulo.

    Procurei encontrar o 1º capítulo de “O Centenário que Fugiu pela Janela e Desapareceu” na internet mas não o descobri.

    Gostar

  4. 6 Ebalona 13/01/2012 às 23:03

    Boas noites Electronic Jazzy Girl

    Não a conhecendo nem aos seus gostos, estando saturado do dia a dia, das noticias, dos mercados e das crises, e um tanto ou quanto cansado de leitura um pouco mais séria, o “Centenário” é sem duvida um livro inocente, mas muito bem disposto, onde explora no no Allan tudo aquilo que podemos ter de bom, onde não luta com o destino, mas apenas o desafia fazendo apenas o que lhe dá na gana. Foi excelente para me soltar do “café debaixo do mar”, talvez o livro que mais prazer me deu ler até hoje.
    Caso tenha gostado do Forrest Gump, leia pois é ainda muito melhor que o filme. Se o Forrest Gump nada lhe diz, esqueça. Ou não, pois vai sempre a tempo de fugir aos clássicos e abordar o livro de uma forma muito, mas muito desinibida e ainda por cima, optimista.

    Saudações.
    Ebalona

    Gostar

    • 7 Electronic Jazzy Girl 17/01/2012 às 14:52

      Boa tarde Ebalona,

      Obrigada pela sugestão.

      Começo a ficar com vontade de ler este livro, dadas as boas referências que o Ebalona me deu e também para eu própria poder tirar as minhas conclusões.

      Sobre Forrest Gump, já ouvi e vi imensas alusões e até imagens, no entanto, nunca assisti ao filme do início ao fim.
      Não posso, por isso, usá-lo como ponto de partida para formar a minha decisão sobre este livro.

      Vou mesmo ler “O Centenário que Fugiu pela Janela e Desapareceu”, um dia destes.

      Cumprimentos

      Gostar

  5. 8 Herbert Einstein 03/01/2014 às 22:15

    Acabei de ler.
    Está bué de nice!
    =D

    Gostar


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Insira aqui o seu endereço de email para seguir o Blogue e receber notificações dos novos artigos por email.

O SitiodoLivro.pt

Seja nosso fã no

Quer publicar um livro? Saiba como aqui

Conheça todas as novidades editoriais na nossa livraria

Os nossos e-books

Procura um livro que não encontra? Peça-nos

Encomende os livros escolares connosco

Esclareça-se aqui como comprar-nos livros

Para qualquer questão, contacte-nos desde já

Conheça as modalidades de pagamento que aceitamos

Arquivo por meses

Categorias

Siga-nos no twitter

Erro: Twitter não está a responder. Por favor espere alguns minutos e recarregue esta página.


%d bloggers like this: