Posts Tagged 'Prémio Nobel de Literatura'

Orhan Pamuk

Orhan Pamuk

Orhan Pamuk

Hoje, quando completou 60 anos, relembrámos um autor Nobel, que começou por querer ser arquiteto, depois jornalista e acabou por tornar-se um dos mais proeminentes escritores da Turquia, vendo os seus trabalhos traduzidos em mais de 60 línguas e tendo ganho diversos prémios nacionais e internacionais, entre os quais o Prémio Nobel de Literatura de 2006, sendo o primeiro nacional turco a ganhar um Nobel.

Começou a escrever aos 23 anos, mas só depois de ter residido temporariamente em Nova Iorque, no final dos anos 80, ganhou reputação mundial e, a partir de então, todos os seus livros se convertem em best-sellers, em especial no seu país natal. A Academia Sueca atribuiu-lhe o Nobel por, na opinião do Júri, considerar que Pamuk “em busca da alma melancólica da sua cidade natal, encontrou novos símbolos para retratar o choque e o cruzamento de culturas”.

O escritor tem mantido uma atitude publicamente crítica da política turca, desde logo relativamente ao povo curdo, o que também contribuiu para a sua fama internacional e que ainda lhe valeu ter de se defender judicialmente no seu país, para além da impopularidade junto de alguns dos seus compatriotas. Foi ainda o primeiro autor no mundo islâmico a condenar abertamente a fatwa contra Salman Rushdie e a tornar público o seu apoio ao escritor turco Yasar Kemal quando este foi julgado e condenado pelas autoridades turcas, em 1995.

Atualmente vive em Istambul e é professor de literatura da Universidade Columbia.

Bibliografia de Orhan Pamuk

Anúncios

Romain Rolland

“Quando a ordem é injusta, a desordem é já um princípio de justiça.”

Romain Rolland

Romain Rolland

Relembrámos hoje, no 146.º aniversário do seu nascimento, um autor francês, galardoado com o Prémio Nobel de Literatura em 1915, como “tributo ao superior idealismo da sua produção literária e à compaixão e amor pela verdade com que descreveu diferentes tipos de seres humanos”, nas palavras do Júri da Fundação Sueca.

Romancista, ensaísta e biógrafo, mas também estudioso e crítico musical, foi professor universitário em Paris, de História da Arte e de História da Música, antes de se dedicar exclusivamente à escrita, dado que não gostava de ensinar, devido ao seu carácter solitário, introvertido e pouco sociável.

Apoiante inicial da revolução Bolchevique, tornou-se depois acérrimo contestatário do estalinismo, como também dos regimes fascista e nazi, apesar de não ter sido incomodado politicamente, tendo-se isolado completamente durante a ocupação alemã de França. Ficou famoso sobretudo pelo seu pacifismo militante, para o que terá contribuído a sua biografia de Gandhi, que conhecera em 1931.

Na sua obra, onde concilia o idealismo patriótico com um internacionalismo humanista, destaca-se a saga Jean-Christophe, inicialmente publicada em 10 volumes, cujo personagem principal, um músico alemão, reflecte muito da personalidade e do idealismo do autor.

Bibliografia de Romain Rolland


O SitiodoLivro.pt

Insira aqui o seu endereço de email para seguir o Blogue e receber notificações dos novos artigos por email.

Siga-nos no Twitter

Quer publicar um livro? Saiba como aqui

Esclareça-se aqui como comprar-nos livros

Conheça as modalidades de pagamento que aceitamos

Para qualquer questão, contacte-nos desde já

Categorias

Arquivo por meses

Anúncios

%d bloggers like this: