Posts Tagged 'João M. A. Soares'

“O Valente Soldado Lodião”, um relato singular e expressivo de uma época marcante

clique na imagem para ver ou adquirir o livro e conhecer o seu autor

de João M. A. Soares

Pela ordem natural das coisas e à medida que os anos passam, são cada vez menos aqueles que ainda podem responder à incontornável pergunta de Baptista Bastos: «Onde é que você estava no 25 de Abril?».

Aproveite, leitor, porque ainda sobram algumas dessas aves raras, em vias de extinção, disponíveis para darem fiel testemunho sobre o seu paradeiro nessa data histórica.

É o caso do cadete/aspirante/alferes Lodião, cuja saga guerreira merece ser contada, para que não se perca nas brumas da memória tudo aquilo que o autor conseguiu em devido tempo abarcar e reter: o relato minucioso do quotidiano de um recruta, de há quase meio século; a evocação, com largueza de detalhes, de alguns momentos capitais da recente história do país; a descrição do irrepetível ambiente folclórico-revolucionário vivido naquela época de sobressaltada transição para a democracia; o crepúsculo de um oficialato impante de panache, com excesso de ademanes prussianos, e a emergência (por curto período, felizmente) de uma tropa-fandanga devassa e gadelhuda que cedo saiu de cena, com o rabinho entre as pernas.

Tudo isto, entrecortado por episódios picarescos, de peripécias divertidas e cenas caricatas, que regalam qualquer leitor.

“Esculápios e Esculapices”, nova obra de João M. A. Soares

clique na imagem para ver ou adquirir o livro e conhecer o seu autor

banner_FB_Esculapios_e_Esculapices

Os chamados tempos modernos, pós-Revolução Industrial, hoje tão acusados de “agressões à saúde e ao ambiente”, corresponderam ao período em que o ser humano (nas regiões que “beneficiaram” dessas “terríveis agressões”) mais espectacularmente aumentou a sua esperança de vida.

Nas primeiras décadas do século XIX, a esperança de vida na Europa rondava os 33 anos e no final do século XX ultrapassou os 80 anos! Para tal, contribuiu diariamente a Ciência e o uso que dela fez a Medicina, a ponto de o médico ser hoje olhado como “alguém que tem de resolver o problema” (de saúde), seja ele qual for, seja qual for o paciente.

O médico, hoje ainda mais que no passado, tem pois as “obrigações” de Esculápio, o deus da Medicina na Mitologia Grega. Quando as coisas correm mal ou correm menos bem, os Esculápios de hoje são sempre causa de conversas sisudas ou de recordações jocosas. São as esculapices… Para ler e sorrir, com coisas sérias…


O SitiodoLivro.pt

Insira aqui o seu endereço de email para seguir o Blogue e receber notificações dos novos artigos por email.

Siga-nos no Twitter

Quer publicar um livro? Saiba como aqui

Esclareça-se aqui como comprar-nos livros

Conheça as modalidades de pagamento que aceitamos

Para qualquer questão, contacte-nos desde já

Categorias

Arquivo por meses


%d bloggers like this: