Manuel du Bocage

Quantas vezes, Amor, me tens ferido?
Quantas vezes, Amor, me tens ferido?
Quantas vezes, Razão, me tens curado?
Quão fácil de um estado a outro estado
O mortal sem querer é conduzido!
Tal, que em grau venerando, alto e luzido,
Como que até regia a mão do fado,
Onde o Sol, bem de todos, lhe é vedado,
Depois com ferros vis se vê cingido:
Para que o nosso orgulho as asas corte,
Que variedade inclui esta medida,
Este intervalo da existência à morte!
Travam-se gosto, e dor; sossego e lida;
É lei da natureza, é lei da sorte,
Que seja o mal e o bem matiz da vida.

Manuel Maria Barbosa du Bocage

É considerado como um dos nossos melhores poetas e, depois de Camões, o mais popular e celebrado de todos. O seu espírito livre, rebelde e contestatário entrou de forma irremediável em conflito com a autoridade, tendo sido, em 1797, preso por “desbragamento de costumes e livre pensamento”.

Do erotismo ao brejeirismo, da crítica construtiva ao escárnio, escreveu, até à morte, em 21 de Dezembro de 1805, em Lisboa, de tudo e sobre tudo, sendo, por isso, alvo de censura durante toda a vida, tendo visto muitos versos cortados, largamente alterados ou simplesmente omitidos e publicados apenas a título póstumo. Relembramos Manuel du Bocage, no 245.º aniversário do seu nascimento.

Anúncios

2 Responses to “Manuel du Bocage”


  1. 1 Tuppan 16/09/2010 às 23:55

    “Lavre-me este epitáfio mão piedosa:

    “Aqui dorme Bocage, o putanheiro;
    Passou vida folgada, e milagrosa;
    Comeu, bebeu, fodeu sem ter dinheiro”.”

    Gostar

  2. 2 Maria Maciel 17/09/2010 às 03:23

    BUCAGE, Manuel inspirou outros escritores de prosa e poetas com uma narrativa irreverente já na época em relação aos costumes. a modo de vida, enfim um homem muito à frente de seu tempo. Um pensador forte e destemido. Uma interessante revisão de leitura e de mais facilidade no digerir-se e no entender linguístico desse Lisboeta que apreciamos e que nos encanta com versos e rimas com estilo de Camões mas de criação ímpar.

    Gostar


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Insira aqui o seu endereço de email para seguir o Blogue e receber notificações dos novos artigos por email.

O SitiodoLivro.pt

Seja nosso fã no

Quer publicar um livro? Saiba como aqui

Conheça todas as novidades editoriais na nossa livraria

Os nossos e-books

Procura um livro que não encontra? Peça-nos

Encomende os livros escolares connosco

Esclareça-se aqui como comprar-nos livros

Para qualquer questão, contacte-nos desde já

Conheça as modalidades de pagamento que aceitamos

Arquivo por meses

Categorias

Siga-nos no twitter


%d bloggers like this: