Arquivo de Maio, 2010



Quem é que tu Amas?

Quem é Que Tu Amas?

– Quem é que tu amas? – continuou Murphy. – Eu, tal como sou. Podes desejar o que não existe, não podes amá-lo. – Nada mal, para um Murphy. – Se assim é, por que diabo te esforças tanto para me modificar? Para poderes deixar de me amar – aqui, a voz subiu e atingiu uma nota bastante honrosa – para d…eixares de estar condenada a amar-me, para seres dispensada de me amar.
Samuel Beckett, in ‘Murphy’

Eoin Colfer

De origem Irlandesa, é um professor e autor de livros infantis. O seu primeiro romance, ‘Benny and Omar’, tornou-se um best seller na Irlanda, e ‘Artemis Fowl’, o seu primeiro livro com o brilhante e jovem anti-herói, tornou-se um sucesso internacional imediatamente. Em portugal podemos ler ‘A Lista dos Desejos’. Destacamos, hoje, Eoin Colfer, no seu 45.º aniversário.

Eoin Colfer

Daphne Du Maurier

Daphne Du Maurier

Escritora inglesa de grandes sucessos.

Famosa pelos seus romances que viriam a ser adaptados ao cinema: Rebecca, a Mulher Inesquecível (1938) e Os Pássaros (1963), ambos dirigidos por Alfred Hitchcock. Estilo caloroso, mas simples e de um romantismo tipicamente inglês, Daphne Du Maurier é, hoje, a autora em destaque, na data do seu nascimento.

Manuel Alegre

Manuel Alegre

É possível falar sem um nó na garganta
é possível amar sem que venham proibir
é possível correr sem que seja fugir.
Se tens vontade de cantar não tenhas medo: canta.

É possível andar sem olhar para o chão
é possível viver sem que seja de rastos.
Os teus olhos nasceram para olhar os astros
se te apetece dizer não grita comigo: não.

É possível viver de outro modo.
É possível transformares em arma a tua mão.
É possível o amor. É possível o pão.
É possível viver de pé.

Não te deixes murchar. Não deixes que te domem.
É possível viver sem fingir que se vive.
É possível ser homem.
É possível ser livre livre livre.

Segundo Paula Morão, a sua poesia emociona e desassossega: “depõe nas nossas mãos frágeis as palavras, rosto do mundo, faz de nós portugueses errantes e deixa-nos o dom maior (…) – os seus poemas”.

Políticas à parte, destacamos hoje, no Sítio do Livro, Manuel Alegre, escritor e poeta, no dia em que festeja 74 anos.

Camilo José Cela

«Filho de pai espanhol e mãe inglesa permitiu-lhe ter uma visão mais alargada da vida europeia. Viajante incansável e produtor de uma vasta obra, revelou-se ao mundo como escritor de singular originalidade. Alcançou êxito imediato junto do público e da crítica com o seu primeiro romance La Familia de Pascoal Duarte (A Família de Pascoal Duarte, 1942), um livro que a mais de meio século da sua primeira edição é ainda hoje um dos grandes clássicos da literatura mundial. Foi galardoado em Espanha, com o Prémio Nacional de Literatura e o Prémio Príncipe das Astúrias. Em 1989 recebeu o Prémio Nobel da Literatura.»

Camilo José Cela

Relembramos, no dia em que faria 94 anos, Camilo José Cela (falecido em 2002).

Charles Simic

“Poesia é um órfão do silêncio.

As palavras nunca são

completamente iguais à

experiência atrás delas.”

Este poema é de Charles Simic, escritor de origem jugoslava e radicado nos Estados Unidos, notabilizado como poeta e tradutor de poesia e que hoje completa 72 anos e, por isso, distinguimos neste dia.

Charles Simic

Almudena Grandes

 

Almudena Grandes

Nascida a 7 de Maio de 1960, em Madrid, completa hoje 50 anos de idade. Com um percurso literário reconhecido e sólido, é uma das escritoras mais aclamadas da literatura espanhola contemporânea. Vencedora de numerosos prémios, a sua fama iniciou-se em 1989, com o romance ‘As Idades de Lulu’. Seguiram-se ‘Malena é um nome de Tango’, ‘Sete Mulheres’, ‘ Castelos de Cartão’, entre outros e a mais recente ‘Os Ares Difíceis’.

Sigmund Freud

‘Os poetas e os romancistas são aliados preciosos, e o seu testemunho merece a mais alta consideração, porque eles conhecem, entre o céu e a terra, muitas coisas que a nossa sabedoria escolar nem sequer sonha ainda. São, no conhecimento da alma, nossos mestres, que somos homens vulgares, pois bebem de fontes que não se… tornaram ainda acessíveis à ciência.’

Médico austríaco, foi pioneiro nos estudos sobre o inconsciente e o criador da psicanálise. Desenvolveu os métodos da associação livre e da interpretação dos sonhos, técnicas básicas da sua teoria da personalidade. Formulou os conceitos de id, ego e superego.
As principais obras são: A Interpretação dos Sonhos (1899), Três Ensaios sobre a Teoria da Sexualidade (1905), O Inconsciente (1915), Introdução à Psicanálise (1916-1917), Psicologia das Massas e Análise do Ego (1923), Psicanálise e Teoria da Libido (1923), Neurose e Psicose (1924). Relembramos, hoje, no Sítio do Livro, Sigmund Freud no dia do seu nascimento.

Sigmund Freud

Bilhete

Se tu me amas,

ama-me baixinho.

Não o grites de cima dos telhados,

deixa em paz os passarinhos.

Se me queres, enfim,

tem de ser bem devagarinho, amada,

que a vida é breve,

e o amor mais breve ainda. Mário Quintana

Mário Quintana

Mário Quintana

“O livro traz a vantagem de a gente poder estar só e ao mesmo tempo acompanhado.”

Considerado o “poeta das coisas simples”, foi ainda tradutor, traduziu mais de cento e trinta obras da literatura universal, entre elas ‘Em Busca do Tempo Perdido’ de Marcel Proust, ‘Mrs. Dalloway’ de Virginia Woolf, e ‘Palavras e Sangue’,… de Giovanni Papini, e jornalista. Relembramos, hoje, Mário Quintana, 16 anos da sua morte.

Quer publicar um livro?

Voltamos a lembrar todos os nossos clientes, fãs e amigos que estamos presentes na 80.ª Feira do Livro de Lisboa, na “Tenda dos Pequenos Editores”, expondo e vendendo as obras já publicadas pelo SitiodoLivro.pt, recorrendo ao sistema de print-on-demand. Queremos, desta forma, divulgar o nosso conceito de auto-publicação, já utilizado connosco por cerca de 40 autores.

Quer publicar um livro?

Amos Oz

Amos Oz

É um dos mais famosos escritores israelitas, publicou 18 livros em hebraico e centenas de artigos e ensaios em revistas e jornais israelitas e internacionais, traduzidos para 30 línguas em mais de 35 países. Foi um dos fundadores do Movimento PAZ AGORA, em 1977. Em 2007 recebeu o Prémio Príncipe das Astúrias de letras. Damos os parabéns a Amos Oz, hoje, no dia do seu 71º aniversário.

Nélida Piñon

“Eu assimilo tudo que está no ar. Eu aceito todas as influências do mundo.”

Nélida Piñon

Foi a primeira mulher presidente da Academia Brasileira de Letras. As suas obras tratam de questões universais como o amor, o fracasso, a esperança e a morte. Vencedora de inúmeros e importantes prémios nacionais e internacionais, é considerada …um expoente máximo da literatura brasileira. Destacamos, hoje, no dia em que festeja 73 anos, Nélida Piñon.

Zoé Valdés

«Quando criança, jurava não querer ser, nem como a sua avó, nem como a sua mãe, nem como a sua tia. Aquelas três mulheres voluptuosas, cada uma à sua maneira, oprimiam aquela pequena, que se escondia debaixo da mesa, para ver como elas pintavam as unhas e contavam histórias, naqueles dias, em Havana. “Mas observem-me, …sou todas elas”, diz hoje, sorridente e cúmplice, uma mulher que admira a força vital que lhe legaram essas mulheres e que se excede no seu labor de escritora, poetisa e guionista de cinema.»

Zoé Valdés

Falamos de uma autora cubana, que distinguimos no dia em que completa 51 anos, já famosa pelos seus romances críticos e polémicos sobre a realidade cubana e ganhadora de vários prémios literários.

Feliz Dia da Mãe

Para Sempre

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
— mistério profundo —
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Carlos Drummond de Andrade

Presente na Feira do Livro de Lisboa

As nossas publicações

Relembramos todos os nossos clientes, fãs e amigos que estamos presentes na 80.ª Feira do Livro de Lisboa, na “Tenda dos Pequenos Editores”, com o intuito de divulgar o nosso conceito de auto-publicação, expondo as obras que já foram publicadas através do SitiodoLivro.pt, usando o sistema de print-on-demand. Este sistema permite produzir os livros em muito pequenas séries (mesmo um a um), na justa medida das suas vendas, evitando as sobras. O mosaico de imagens ao lado ilustra as capas dos nossos livros.


O SitiodoLivro.pt

Insira aqui o seu endereço de email para seguir o Blogue e receber notificações dos novos artigos por email.

Siga-nos no Twitter

Quer publicar um livro? Saiba como aqui

Esclareça-se aqui como comprar-nos livros

Conheça as modalidades de pagamento que aceitamos

Para qualquer questão, contacte-nos desde já

Categorias

Arquivo por meses


%d bloggers like this: